O sistema endócrino desenvolve-se desde o estadio de embrião.

As mulheres devem efetuar a preparação da gravidez, e ter em atenção que quaisquer desequilíbrios que tenham presentes se vão poder transmitir ao feto.

Este período da vida da mulher é fundamental, sendo o único momento que a mãe tem para formar os órgãos do seu filho, designadamente o seu cérebro de forma correta e saudável. A alimentação desempenha um papel primordial e é importante saber evitar a disrupção endócrina, para a qual a maioria não está sensibilizada. Efectuar a consulta de Nutrição para Gestantes, é fundamental e altamente recomendado. Pode consultar mais informação aqui.

Preparar a gravidez do ponto de vista hormonal é pois fundamental para obviarem-se riscos escusados à mãe e ao bebé.

Poucas grávidas são rastreadas relativamente à função tiroideia por exemplo, quando sabemos a elevada importância desta hormona no futuro desenvolvimento do feto e da criança. Ver aqui e OUTRAS NOTÍCIAS

Também se sabe por exemplo que as mães deficientes em Vitamina D (uma hormona na verdade) gerarão uma maior percentagem de filhos autistas.

Os cuidados de alimentação na mãe são fundamentais pois os pesticidas, insecticidas, conservantes e aditivos funcionam como “disruptores endócrinos”. Alertar a futura mamã para a existência destes disruptores endócrinos é fundamental, pois o embrião está em desenvolvimento.

Mães vegetarianas têm uma maior percentagem de filhos com hipospádia.

Esta consulta tem a duração de uma hora é dirigida ao casal e nela se prescrevem os exames pré-gravidez necessários, se dão conselhos essenciais ao nosso equilíbrio hormonal e se esclarecem dúvidas que o casal possa ter, além de uma revisão médica sumária de ambos.

Há 18 anos que dedicamos o nosso trabalho também às grávidas.